{Inês} Review: O Príncipe da Neblina (PT)

portugueseposts

Review by Inês (PT):
O Príncipe da Neblina
(El Príncipe de la Niebla)

Autor: Carlos Ruiz Zafón
Tradutor: Maria do Carmo Abreu
Data:
 12 de Outurbro de 2011 (originalmente 1986)

Editora: Planeta Manuscrito
Páginas: 204 (Capa mole)
Género: Fantasia | Mistério YA
Série: La Trilogia de la Niebla #1
Idioma: Português
ISBN: 9789896572198
Cups:
5 Cups


A Minha Opinião:

Carlos Ruiz Zafón é um dos meus escritores preferidos. Gostei de todas as suas obras já editadas em português. 

Esta foi a primeira obra publicada de Zafón,  que segundo o próprio,  a partir desse momento, deixou de escrever para si próprio e passou a escrever para os outros. Fico eternamente grata a este escritor por ter tomado esta decisão,  que me permitiu conhecer as suas histórias,  que melhoram os meus dias e me deixam sonhar.

As suas personagens são construídas com sentimento e com sentido.  Passam a fazer parte da minha vida,  como se existissem nela de verdade.

O Prólogo deste livro é especial,  foi escrito pelo autor em 2007 e é dedicado ao seu amigo leitor. Esta atitude tocou-me profundamente, como se de um amigo chegado se tratasse. O autor faz uma breve reflexão sobre a efemeridade da vida e sobre o valor da obra dum escritor perdurar eternamente, fala sobre si próprio,  sobre o gosto pela leitura e a paixão pelos livros.

Este livro, O Príncipe da Neblina, é o primeiro volume da Trilogia da Neblina, mas o segundo volume, O Palácio da Meia-Noite, já foi editado em português,  pela mesma editora, a Planeta Manuscrito.

Este livro de aventuras que evoca a importância do “primeiro amor” na adolescência,  o imaginário sobre tesouros perdidos e a história dum navio afundado.

Este livro integra-se no género literário Young-Adult/ Paranormal, onde os acontecimentos criaram algum suspense, com ameaça de história de terror, com o objectivo de atrair o público mais jovem e adultos de espírito aventureiro. 

A família Carver pretende fugir da cidade onde mora devido à ameaça da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), visto que a história tem início no ano de 1943, em Inglaterra.  A família muda-se para a costa sul da Inglaterra. A família Carver é composta por cinco elementos,  são eles o patriarca Maximilian, a esposa Andrea e os seus três filhos.  Alicia é a irmã mais velha, Max e Irina são os mais novos.

Esta história tem o objectivo de inaltecer os valores com os outros, a importância de cumprir uma promessa e a coragem de enfrentar os medos.

Os diferentes locais onde decorre a acção são descritos de forma detalhada, o que ajuda o leitor a criar a imagem visual desses lugares onde tudo acontece. 

O romance está presente nesta obra de uma maneira doce e subtil, mas este terá muita força no percurso dos acontecimentos e nas relações pessoais das personagens principais. 

As personagens masculinas são as principais neste enredo, são elas Max, Roland e Víctor Kray. O avô de Roland é Víctor Kray, é o faroleiro da aldeia, vigia a costa e tem uma cabana na praia.

Roland mostra a aldeia aos amigos, Max e Alicia. Assim, acabam por se tornar inseparáveis companheiros de aventuras.

O Dr. Caín é uma personagem diabólica,  misteriosa e cruel. Dá um sentido muito próprio ao enredo, intriga o leitor e motiva-o a conhecer melhor a história. Concretiza qualquer desejo a troco de um pedido inimaginável. 

Um casal rico que vivera na actual casa dos Carver, perdeu um filho, Jacob. A casa tem um jardim com estátuas,  Irina tem um gato, o relógio da estação anda ao contrário.  Todos estes indícios são um presságio interessante num enredo com um desfecho soberbo e emotivo.

Carlos Ruiz Zafón tem o dom da palavra escrita, criando sempre uma narrativa envolvente e fluida,  descrevendo sentimentos que tocam o leitor. Com este seu primeiro romance publicado,  o autor recebeu o Prémio de Novela Edebé 1993.

Em Portugal,  a editora Planeta Manuscrito publicou esta obra e com uma capa maravilhosa faz jus à personagem misteriosa que dá nome ao título desta obra de Zafón.  Na minha opinião,  a editora está de parabéns pelo magnífico trabalho que tem apresentado sobre este autor, mas não só, vários autores estrangeiros são magnificamente representados por esta editora.

Recomendo os livros de Carlos Ruiz Zafón e as publicações da editora Planeta Manuscrito.

Advertisements

We love comments. If you wish, you can comment here and we'll try to reply to you as soon as possible. Thank you for stopping by :)

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s